Professores e Pesquisadores em Política Educacional no Estado de São Paulo

Duas reorganizações (1995 e 2015): do esvaziamento da rede estadual paulista à ocupação das escolas

Autores:
Débora Cristina Goulart,
José Marcelino Rezende Pinto,
Rubens Barbosa de Camargo

Resumo:
Este trabalho se discute os elementos coincidentes entre as propostas de reorganização da rede pública de ensino de São Paulo – a primeira implantada em 1995 e a segunda, interrompida, em 2015. Notam-se inúmeras convergências que atribuímos à persistência de uma política educacional baseada nos princípios do gerencialismo e da produtividade na busca pela racionalização do uso dos recursos educacionais, bem como a existência de movimentos, ações e sujeitos dispostos à resistência popular contrária à sua implantação.

Publicado em: Educação Temática Digital. v. 19 (2017)

Baixar o artigo em PDF

Deixe uma resposta